Palestrante


 

Giovanni Buttarelli, supervisor europeu da European Data Protecion Bacharel em Direito pela Universidade de Roma ʺLa Sapienzaʺ. Desde dezembro de 2014 atua como Supervisor Europeu para a Proteção de Dados (European Data Protection Supervisor). Foi apontado para este cargo através de uma decisão conjunta do Parlamento Europeu e do Conselho. Anteriormente, de janeiro de 2009 até dezembro de 2014, serviu como Assistente do Supervisor Europeu para a Proteção de Dados. Também trabalhou como Secretário Geral da Proteção de Dados da Itália, exercendo este cargo de 1997 até 2009. É também membro do Judiciário Italiano, com o posto de Juiz de Cassação. Além disso, participou de diversas iniciativas e comitês sobre proteção de dados e assuntos relacionados na esfera internacional.


 

Danilo Doneda, advogado especialista de proteção de dados e privacidade. Advogado. Bacharel em Direito pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), Mestre e Doutor em Direito Civil pela UERJ. Especialista em temas de proteção de dados e privacidade. Foi pesquisador visitante na Autoridade Garante para a Proteção de Dados em Roma (Roma, Itália), na Università deli Studi di Camerino (Camerino, Itália) e no Instituto Max Planck para Direito Privado Comparado e Internacional (Hamburgo, Alemanha).


 

Frederico Ceroy Guinberg, promotor de Justiça do Distrito Federal. Bacharel em Direito pela Universidade FUMEC e Mestre em Direito pelo Centro Universitário de Brasília (UniCEUB). Atualmente, exerce o cargo de Promotor de Justiça do Distrito Federal e é Coordenador da Comissão de Proteção dos Dados Pessoais. É também presidente do Instituto Brasileiro de Direito Digital – IBDDIG. Além do mais, é Coordenador do Grupo de Pesquisa sobre “Direito, Tecnologia & Sociedade” do Centro Universitário de Brasília e é perito em Análise Forense Computacional e Computer Hacking Forensic Investigator.


 

Gustavo Artese, sócio de Artese e Advogados Sócio de Artese e Advogados; Graduado em Direito pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ); Master of Laws (LL.M.) pela University of Chicago Law School (E.U.A); Professor de Direito e Tecnologia da Escola Politécnica da USP (Poli-PECE); Chair do Chapter São Paulo do KnowledgeNet da IAPP – International Association for Privacy Professionals; Fellow da Information Accountability Foundation (IAF) no Brasil; Secretário Geral da Associação Brasileira de Direito da Tecnologia da Informação e das Comunicações (ABDTIC).


 

José Leça é advogado, com mestrado (LLM) na University of Pennsylvania. É diretor da Associação Brasileira de Direito da Tecnologia da Informação e das Comunicações e Informática – ABDTIC e membro do IBRAC. Responsável por temas jurídico-regulatórios e de defesa da concorrência na Telefonica do Brasil, tratando de casos relacionados a neutralidade de rede, marco civil da internet, proteção da privacidade e exploração de bens imateriais


 

Ciro Torres Freitas, associado sênior do escritório Pinheiro Neto
Advogados, onde ingressou no ano de 1999, como estagiário. Atua na área de Direito da Internet, especialmente em questões relacionadas a coleta, uso e tratamento de dados pessoais, responsabilidade de provedores e colisões entre direitos fundamentais. Formou-se em Direito pela PUC/SP, em 2002. Obteve o título de Mestre em Direito Constitucional pela PUC/SP, em 2014.

É autor do livro “Liberdade de informação jornalística e censura na Internet” (São Paulo: Editora IASP, 2017), coautor do capítulo brasileiro do livro “The Privacy, Data Protection and Cybersecurity Law Review” (Londres: Law Business Research Ltd, 2014) e de diversos artigos jurídicos, entre os quais “Regras europeias de proteção de dados podem afetar empresas brasileiras” (Conjur, 30/08/2017), “Accountability e proteção de dados pessoais no Brasil” (Jota, 17/08/2017) e “Direito ao Esquecimento na pauta do STF” (Jota, 12/06/2017).